sábado, 20 de setembro de 2014

Estreia de “Amor à Vida” supera “Avenida Brasil” na Colômbia, Confira!


Exibida pela Globo no ano passado, a novela “Amor à Vida” estreou em alta na Colômbia. Com o título de “Rastros de Mentira”, a trama movimentou o público da RCN nas redes sociais e marcou 9.4 pontos em seu primeiro capítulo. O número surpreendeu até os mais otimistas.

“Avenida Brasil”, que fez muito sucesso por lá, marcou 9 pontos em sua estreia. A trama de Walcyr Carrasco ficou em segundo lugar no ranking dos programas mais assistidos do país e teve uma grande movimentação nas redes sociais.

A boa repercussão animou os executivos da RCN, que não esperavam um outro sucesso seguido. A emissora, pra quem não sabe, também é conhecida por exportar suas novelas para o mundo, como “Café com Aroma de Mulher” e “Betty, a Feia”, ambas já exibidas no Brasil.

“Dupla Identidade” tem boa estreia e pode surpreender o público, Confira!


As produções americanas sobre assassinos em série fazem muito sucesso pelo mundo. Porém, o gênero é pouco explorado no Brasil, que prefere abrir espaço para as comédias, pois possuem a garantia de bons números de audiência.

No entanto, a estreia de “Dupla Identidade”, na noite desta sexta-feira (19), pode mudar esse parâmetro na TV nacional. Após a criticada “Salve Jorge”, Glória Perez resolveu ousar e escrever uma série sobre um rapaz inteligente, bonito e bastante sagaz, mas que, na verdade, também é um serial killer.

O elenco é bem montado e traz atores em papéis pouco comuns a eles. Luana Piovani, por exemplo, é uma psicóloga forense e que faz tudo para prender um assassino, mesmo que tenha que medir forças com um político importante — o que já foi abordado no primeiro episódio.

Marcello Novaes, acostumado a fazer vilões ou malandros, também interpreta um investigador, mas não tão focado quanto a personagem de Luana Piovani. Por fim, Marisa Orth, sempre escalada para comédias, vive a esposa traída e amargurada de um senador corrupto.

O piloto conseguiu apresentar com clareza a história e os principais envolvidos, além de trazer uma qualidade técnica de cinema, já comum na Globo. O capricho é facilmente percebido por um telespectador mais atento. A iluminação e a fotografia ajudam a transmitir o sentimento de mistério da série. As cenas de violência são rápidas, portanto não provocam repulsa no público.

Pedaços da personalidade de Edu, o personagem de Bruno Gagliasso, também já foram apresentados ao público. O rapaz transita entre o normal e a loucura rapidamente e possui uma inteligência bastante aguçada. O trabalho do ator merece destaque e deve trazer bons frutos a ele.

Dessa forma, “Dupla Identidade” tem os principais elementos, pelo menos nesta estreia, para conquistar o público. Aliás, essa é a oportunidade perfeita para Glória Perez encerrar, de uma vez por todas, as críticas negativas referentes a sua última novela. É aguardar para ver.

Império: Cora quase é morta por José Alfredo, Confira!


O clima vai esquentar no folhetim das nove da Rede Globo, Império. José Alfredo vai ficar revoltado com a atitude de sua inimiga, Cora. Ao descobrir que a vilã forjou um exame de DNA para forçar o reconhecimento da paternidade de Cristina (Leandra Leal), o Comendador ficará furioso e tentará esganar a rival. “Ah, que ódio me dá olhar tua cara. Pois agora eu vou te fazer pagar! Por estragar minha família… Minha vida! Vai se arrepender de um dia ter botado os pés nesta casa! Se depender de mim, vai perder e muito”.

Em seguida, parte para cima e a pega. A tia de Cristina grita, desesperada, com os olhos esbugalhados e sufocada. O comendador, no entanto, parece determinado e só cai em si ao ouvir o apelo de Maria Clara (Andreia Horta), que chega na hora em que o pai está quase matando Cora: “Pelo amor de Deus, meu pai! Não faz uma coisa dessas”. “vai matar! Já tá matando! Ela tá ficando roxa!”, grita Marta.

Após isso, José Alfredo solta o pescoço de Cora, o Comendador acusará a rival de ter cometido um crime, mas ela, claro, fingirá que não entendeu. Marta dirá ao marido que já confirmou com Téo a autoria da armação, mas Cora não cederá e anunciará que só vai falar na presença de seu advogado. Em seguida, anunciará a chegada de Fernando (Erom Cordeiro), para a surpresa de Cristina.

Patricia Poeta pode ganhar um programa por temporada na Globo, Confira!


Em meio a tanta especulação na Globo, Patricia Poeta, que sairá da bancada do “Jornal Nacional” em breve, deverá ganhar um programa na emissora carioca. Isso se não for parar na geladeira.

De acordo com informações, há quem afirme que a jornalista ganhará um programa no esquema de temporadas, para ficar no ar no primeiro trimestre do ano, aos sábados.

A emissora ainda não comunicou oficialmente qual será o futuro da moça, que escolheu mudar para a área de entretenimento. Especula-se também que a ex-parceira de William Bonner vá assumir um programa vespertino diário, mas nada certo.

Essa notícia de sua saída do JN tem causado muita polêmica. Nos últimos dias, após anunciar sua saída da atração,  diversas teorias foram formuladas. O apresentador William Bonner, inclusive, chegou a ser apontado como articulador da mudança, por não se dar bem com Patrícia.

Vale lembrar que Renata Vasconcelos, atualmente no Fantástico, substituirá Poeta no Jornal Nacional.

Novo “Zorra Total” deve largar humor artificial, Confira!


O humor artificial sempre teve presente na televisão. Trata-se daqueles programas que é visível a falta de realidade no enredo, tornando o programa uma piada em cima de piada, com figurinos e histórias visivelmente surreais.

Marcius Melhem e Maurício Farias estão sendo responsáveis pelo novo “Zorra Total”, com a ideia de misturar o elenco atual com um novo. Mas, será o fim dos personagens fixos e seus bordões. Tudo ficará mais realista, inclusive o cenário.

Apesar das criticas envolvendo o Zorra, o programa segue repercutindo nas redes sociais. Entre o personagens que mais se destcam é Adelaide. Frases como “Adelaide é a cara da riqueza” estão presentes em grande parte dos memes. Porém a personagem, obviamente, não estará no novo Zorra Total.

Jô Soares grava participação em “Alto Astral”, Confira!


De volta aos trabalhos após período em que ficou internado, Jô Soares, além de manter as gravações do “Programa do Jô”, gravou recentemente, uma participação em “Alto Astral”, próxima novela das sete.

Segundo informações do jornal “O Globo”, na trama, Jô interpretará ele mesmo, e entrevistará a personagem Samantha (Cláudia Raia), uma famosa vidente. As gravações foram feitas em clima de descontração, uma vez que Cláudia e Jô já foram namorados e hoje são grandes amigos.

“Alto Astral” estreia em novembro, substituindo “Geração Brasil”. A Globo espera que a trama de Daniel Ortiz recupere a audiência da faixa, que registrou péssimos índices com “Além do Horizonte”, e bateu recorde negativo com “Geração Brasil”.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Globo pode desistir de produzir remakes e apostar somente em tramas inéditas, Confira!


Tradição inaugurada pela Globo em 2011, a produção de remakes na faixa das 23h pode ser definitivamente interrompida pela emissora, que estuda implantar uma nova estratégia no horário.

De acordo com a colunista Keila Jimenez, a medida se deve aos baixos índices de audiência registrados por “Saramandaia” e “O Rebu”, que não conseguiram despertar a atenção do público e obtiveram pouca repercussão, levando a Globo a refletir acerca da atemporalidade dos remakes, que podem estar sendo rejeitados pelos telespectadores.

Já no ano que vem, a emissora apostará na primeira trama inédita da história do horário, que abrigará um folhetim escrito por Walcyr Carrasco. Caso a experiência seja bem-sucedida, os remakes podem perder definitivamente seu espaço na faixa.

Mesclando autores veteranos e estreantes, Globo seleciona suas 24 próximas novelas, Confira!


Conforme informado pelo Fã Clube Globo, a Globo já definiu todas as novelas que exibirá nos próximos quatro anos, organizando, portanto, o calendário do gênero até 2018.

Segundo o colunista Flávio Ricco, 24 sinopses foram aprovadas pelo Fórum de Dramaturgia da emissora e comporão a ‘fila’ de folhetins que entrarão em produção nos próximos anos. Todos os principais autores da Casa foram mobilizados e estão com tramas inéditas dentre as 24 selecionadas.

O número, porém, também engloba trabalhos de autores estreantes, medida que fortalece a decisão tomada pela Globo de investir em novos nomes que possam renovar gradativamente o setor, historicamente dependente dos veteranos, que, por sua vez, se aproximam de suas respectivas aposentadorias.