sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Império: Cora descobre que Zé Alfredo está vivo e surta, Confira!


Depois de 15 dias sem entregar um capítulo novo de “Império”, Aguinaldo Silva liberou para elenco e produção mais textos com as tramas que acontecem logo depois da falsa morte de José Alfredo (Alexandre Nero). E o autor prova que não poderia mesmo matar Cora (Marjorie Estiano), como alguns sugeriram: é a megera quem vai descobrir que o Comendador não morreu. Depois do enterro, Cora fica no cemitério e ouve os gritos de Zé Alfredo, quando é resgatado por Josué (Roberto Birindelli). É que, como o motorista se atrasa, o Comendador quase morre de verdade e começa a pedir socorro ao perceber que o ar está quase acabando. “Me ajuda a sair daqui!”, diz Zé Alfredo para Josué, que chega ali para resgatá-lo. Cora, que está por ali, leva um susto: “Ou é um sonho, ou a alma do José Alfredo está pedindo ajuda!”. Ela começa a chamar por Zé, que reconhece a voz da peçonhenta. "É a Cora! E, pela voz, tá perto. Nem na morte essa peste desgruda de mim!", diz o "morto". Enquanto está procurando o jazigo do amado, ela fica histérica: "Meu Deus, não foi sonho! Era a voz dele! Zé Alfredo voltou dos mortos, sim! Ele está...Vivoooo!! Mas por que Deus ia conceder esse milagre a um pecador? Claro, Cora... Suas orações foram atendidas! Não é por ele, é por você! Deus mandou o seu Zé Alfredo de volta pra cumprir a missão dele na Terra... Me fazer mulher!".

Os dois fogem, e Cora entra no jazigo com a lanterna do celular acesa. "Se o corpo estiver frio, não tem problema... Aqueço com o meu!", fala. Ela vê a campa com a laje aberta e reage enlouquecida, transfigurada. "Ressuscitou! Nem esperou o terceiro dia! Obrigada, Deus... Obrigada por esse milagre! Vou agradecer a essa dádiva ofertando ao Zé todo o amor que acumulei por décadas!", diz ela, com as mãos erguidas. Ela vai até a sepultura, exultante: "Zé! Cheguei, meu amor! Sou eu, Cora! A sua prometida!". A megera ilumina o caixão e percebe que ele está vazio. Ela se debruça no caixão, mete a mão lá dentro, atrás de algum vestígio, sente alguma coisa, retira, olha e reconhece o anel que ele deixou cair. "O anel dele! Deixou para mim, sua noiva do pós-morte. Sim, Zé Alfredo voltou dos mortos e só Deus sabe como foi possível! Mas não importa, o que importa é que o mundo inteiro precisa ouvir essa notícia...", diz a doida.

Ela corre para a administração do cemitério, enquanto Josué ajeita tudo por lá. Ao voltar com dois guardas, Cora vê o caixão fechado, tudo arrumado e eles passam a achar que ela estava lá para roubar. Os guardas querem levar ela para a delegacia e Cora liga para Cristina (Leandra Leal) pedindo ajuda. A executiva diz que ela só pode estar louca e avisa que vai mandar Elivaldo (Rafael Losso) para resolver essa questão. A megera percebe que algo aconteceu e finge ter esquecido de tomar seus “remedinhos para a cabeça” para ser liberada pelos guardas. Ao chegar em casa, Cora entra no quarto, fecha a porta e tira o anel de José Alfredo do bolso. "Não vou ser idiota de insistir nessa história, ou vão acabar me internando no hospício. Já tão doidos pra se livrar de mim! Mas eu sei! Tenho certeza! Ele não morreu. Foi uma farsa. Todos, menos eu, caíram que nem patinhos. Zé Alfredo tá vivo!", diz ela para si mesma.

Império: Batista, porteiro de Isis, vê Zé Alfredo vivo e conta para a ruiva, Confira!


O amor por Isis (Marina Ruy Barbosa) quase colocará o plano de José Alfredo (Alexandre Nero) por água abaixo. Depois que ele "ressuscitar" em "Império", o Comendador vai virar garimpeiro por seis meses. Quando decidir retornar ao Rio, ele pede a Josué (Roberto Birindelli) para ir ao prédio de Isis para tentar vê-la. Dentro do carro, José Alfredo abre o vidro da porta traseira e tenta olhar pro alto do prédio, no outro lado da rua, mas não dá para ver nada direito. Josué sugere que voltem outro dia. "Podemos até voltar... Mas já que vim aqui, quero ver se ela tá em casa. Você sabe que, quando boto uma coisa na cabeça, não é fácil de tirar", diz ele, que abre a porta do carro e Josué fica alarmado. "Não faz isso, comendador! É perigoso! E se ela aparece na janela e vê o senhor? E se passa alguém?", fala o motorista. "'Se', 'se'... Josué, não voltei da morte pra ter medo de coisa que não aconteceu ainda!", fala ele, que sai andando.

Batista (José Negreiros), que já havia bebido um pouquinho, olha o carro parado do outro lado e vê alguém que saiu e que olha para o alto do prédio. "Ai, meu São Severino do Ramo, parece... Não deve ser! (olha garrafa) É essa desgraça, só pode!", fala o porteiro. Ele joga a garrafa longe, acertando o cesto de lixo. Do ponto de vista dele vemos José Alfredo – a princípio desfocado, depois com foco perfeito – parado ao lado do carro, do outro lado da rua, a olhar pro alto. Pasmo, Batista se benze. "É o comendador 'mermo'! Mas como é que um morto volta lá das profundezas... Ainda mais de carro? Até nessas horas rico é diferente? Dona Isis precisa saber disso!", diz ele.

Batista vai até o interfone e tecla. O som toca, toca, toca e ninguém aparece. "Ela deve tá no sétimo sono, só pode ser. Ah, mas eu vou lá acordar ela! Dona Isis vai gostar de saber!", diz para si mesmo. E Batista bota o interfone no gancho e sai, rumo à escada mas, de olho na rua, esbarra na árvore de Natal, toma um susto e sai depois. Dentro do carro, Josué apreensivo. Lá fora, José Alfredo olha para cima. "Mal chegou e já tá arrumando problema...", fala Josué. "Eu ouvi, Josué! Se me atrapalhar, demora mais!", fala o Comendador, que conta os andares do prédio de Isis.

O porteiro toca na casa de Isis e ela, que estava justamente sonhando com Zé Alfredo, acorda assustada. "Pelo amor de Deus, dona Isis... O comendador! Está lá embaixo, do outro lado da rua! Saiu de dentro de um carro e tá olhando aqui pra cima!", fala ele, afobado. "Não é possível, Batista! Ele tá morto", diz Isis. "Eu sei que não é possível, mas eu vi! Olha na janela e a senhora vai ver que não tou mentindo!", afirma o porteiro. Isis se volta para a janela... E vai até lá correndo, abre, olha para baixo, mas vê a calçada vazia, sem carro e sem ninguém ali. Isis pergunta se ele andou bebendo e ele confessa que como é noite de Natal ele bebeu um pouco sim. "Logo vi... Porque lá embaixo não tem nada do que você falou que tinha", fala ela.

Batista corre até a janela, olha para baixo e, depois se volta pra Isis. "Mas eu vi, dona Isis! Juro que vi, era o comendador", fala ele. "Não era, Batista. Sou a pessoa no mundo que mais queria que isso fosse verdade. Problema é que, por mais que eu deseje isso, ele não pode sair de onde está... De lá, ninguém volta", diz a ruiva. Batista fala que morte dele pode ter sido um engano e Isis lembra do dia que o amante morreu: "Ajudei a preparar o corpo. Estava frio... Muito frio". Isis vai chorar e Batista, vendo que mexeu na ferida da moça, já vai saindo. "Devo ter visto coisa, mesmo! Mil desculpas, dona Isis! Mil desculpas! Não bebo mais em serviço! Esquece que eu tive aqui, por favor", pede o porteiro. "Vai descansar, Batista... Boa noite", diz ela. Batista sai, Isis fecha a porta... E cai no choro.

Império: José Alfredo volta no Natal e se emociona ao encontrar Cristina, Confira!


A vida de José Alfredo (Alexandre Nero) como garimpeiro vai durar apenas dois capítulos de "Império". O comendador vai retornar ao Rio no Natal, dia 25 - embora na novela esteja "morto" há meses. Ele liga para Josué (Roberto Birindelli) e avisa que está voltando. O motorista combina com Manoel (Jackson Antunes) e ele monta um quarto para o amigo nos fundos do seu bar. Assim que desembarca na cidade, o Comendador diz a Josué que não teve nenhuma mulher no período em que ficou trabalhando como garimpeiro e pede que ele o leve até o prédio de Isis (Marina Ruy Barbosa), onde será visto por Batista (José Negreiros).

Na sequência, ele tem um reencontro emocionante com Cristina (Leandra Leal), que encontra o pai no bar de Manoel. Ela já chega com lágrimas nos olhos e o chama de pai, abraçando o comendador chorando. A jovem conta a ele que depois de seis meses, José Pedro (Caio Blat), Maria Clara (Andreia Horta) e João Lucas (Daniel Rocha) finalmente pararam de brigar com ela. "Engraçado... tou conhecendo um lado seu que nunca imaginava: o senhor é um sentimental", diz Cristina.

Ele fala que a vida vai amolecendo as pessoas e ela fala sobre a relação com os irmãos. "Na verdade foi difícil com todos, até que eles chegaram à conclusão óbvia: não dava pra ter briga entre nós, já que nós, juntos, precisávamos brigar com o resto do mundo. Aí fizemos uma espécie de acordo tácito, atuando em conjunto, até minhas decisões passaram a ser acatadas. (...) Eles são muito competitivos... E quando a crise passar, a briga dentro da Império vai começar de novo, eu não tenho dúvida", diz ela. "Mas até lá já vou estar de volta e vou conseguir controlar tudo", avisa ele. Cristina pergunta quando ele pretende reaparecer e ele desconversa: "Eu lhe aviso com bastante antecedência. Por enquanto vou continuar aqui, vigiando tudo daquela janela... Mas oficialmente, eu continuo morto".

Império: José Alfredo deixa os filhos na miséria, Confira!


Se o telespectador não entendeu bem o objetivo de José Alfredo (Alexandre Nero) ao forjar sua própria morte, depois que ele “ressuscitar”, sua ideia fica mais clara: ele quer unir sua família em "Império". Assim que o Comendador morre, Marta (Lilia Cabral) e seus filhos descobrem que a empresa está com todas as contas zeradas e desconfiam de que Zé tenha feito isso antes de morrer para fugir da polícia. O problema é que, com a sua morte, ninguém consegue descobrir onde está o dinheiro, e eles precisam se unir para impedir que a empresa peça falência.

Apesar de irritados com a notícia de que Cristina (Leandra Leal) é a sucessora de Zé Alfredo, Marta, Pedro (Caio Blat), Clara (Andréia Horta) e Lucas (Daniel Rocha) trabalham juntos para acertar as contas da Império. Marta vende sua casa em Petrópolis e se desfaz de algumas joias, como Clara e os irmãos. “Eles estão mais unidos que nunca, e, o que é melhor, trabalhando feito loucos! (...) Está tudo indo conforme o senhor planejou”, conta Josué (Roberto Birindelli). “Tal como eu queria. Ótimo!”, comemora Zé.

Império: Lucas e Dú terão um casal de gêmeos, Confira!


Os fãs de Lucas (Daniel Rocha) e Dú (Josie Pessoa) não precisam mais ficar reclamando nas redes sociais que Aguinaldo Silva está deixando o casal de lado. O autor já escreveu os capítulos de “Império” que os pombinhos casam e têm seu bebê. Aliás, são dois! Dú descobre que está grávida de gêmeos e dá à luz a um casal. Lucas decide homenagear o pai “morto”, José Alfredo (Alexandre Nero) e a mãe, Maria Marta (Lilia Cabral), que não sai do lado dele durante o trabalho de parto — que será complicado — da mulher. Ele dá o nome dos pais aos seus filhos.

Assim que Dú descobre que está esperando dois bebês, ela tem medo da reação da família de Lucas e esconde a novidade. Mas Marta, que não é boba, nem nada, desconfia do tamanho da barriga da nora e diz que sabe que ela está grávida de gêmeos. No começo, Lucas se assusta um pouco com a notícia, mas depois ele passa a babar ainda mais a jovem. O casamento dos dois acontece e em seguida as crianças nascem. Aliás, o parto de Dú marca a passagem de tempo de seis meses em que o Comendador fica sumido. A cena está prevista para acontecer no dia 25 de dezembro e Zé Alfredo se emociona ao saber por Josué (Roberto Birindelli) que já é avô.

Império: Cora planeja matar Jurema jogando a mãe de Jairo da escada, Confira!


Se já não bastasse ter empurrado Fernando (Erom Cordeiro) da escada de sua casa, Cora (Marjorie Estiano) vai planejar matar de novo dessa mesma maneira. A vítima agora é Jurema (Elizângela), mãe de Jairo (Julio Machado). Nos próximos capítulos de "Império", a mãe do bandido procura a tia de Cristina (Leandra Leal) e insiste em saber o que aconteceu com o rapaz. "Minha agenda está lotada. Não sou aquele tipo de vizinha que tem tempo para ficar de frozô, falando do tempo ou da morte da bezerra", avisa Cora. "Mas da morte de meu bezerro, a senhora vai ter que falar. Se não me convida para entrar, pode ser aqui na rua mesmo... O que é que a senhora fez com meu filho Jairo, sua catraia dos infernos?", questiona Jurema, que aborda Cora perto de sua casa depois da passagem de tempo de seis meses.

Pressionada, Cora leva Jurema para dentro de sua casa. "Pela última vez, minha senhora. Não fiz nada com o seu filho. Ele é que fez comigo. Me deixou na mão! Largou o emprego sem dar sequer uma satisfação... Que um raio me parta ao meio se estiver mentindo. Mas tem um dado que a senhora não sabe. Seu filho estava obcecado por causa do tal diamante cor-de-rosa. Ele me disse que o pai tinha ficado com um dos pedaços e que ele ia atrás dos outros", mente Cora. Aproveitando que José Alfredo (Alexandre Nero) está "morto", Cora ainda acusa o Comendador de ter mandado matar Jairo para recuperar seu diamante rosa.

Irritada, Jurema ameaça "Dona Cobra": "Olhe bem o meu tamanho e o seu, sujeita! É bom mesmo que seja verdade. Se descobrir que a senhora fez alguma coisa de mal para Jairo, eu lhe arranco de casa pelos cabelos e lhe dou uma surra para Santa Teresa inteira assistir de camarote! Deixo a senhora desancada e sem essa cabeleira". A dona de casa vai embora e Cora olha para a escada, já tramando. "Preciso achar um jeito de empurrar a tribufu mãe da escada para ela finalmente se juntar ao tribufu filho", diz para si mesma.

Império: Clara ouve ligação de Zé Alfredo para Josué e tem certeza de que pai está vivo, Confira!


Depois de seis meses fingindo de morto, Zé Alfredo (Alexandre Nero) volta e começa a botar seu plano em risco. Quando decide retornar do garimpo, onde ficou escondido, o Comendador vai ao prédio de Isis (Marina Ruy Barbosa) e acaba sendo visto por Batista (José Negreiros), que conta à patroa que viu o amante dela vivinho. Na sequência, morrendo de saudade da ruiva, ele mesmo decide procurá-la e os dois transam - sem antes ela desmaiar de susto, claro. E não é só. Maria Clara (Andréia Horta) também fica com a pulga atrás da orelha achando que o pai pode estar vivo. Tudo porque ouve uma ligação entre ele e Josué (Roberto Birindelli).

A confusão acontece durante uma briga entre Clara e Cristina (Leandra Leal). As duas se desentendem na empresa porque a nova chefe sugere que a irmã desenhe uma linha de anel de formatura e ela não aceita. Diante da recusa de Clara, Cristina procura Patrício (Hugo Esteves) e pergunta se ele gostaria de desenhar a linha no lugar da chefe. O problema é que Clara ouve a conversa entre ela e o seu funcionário e a confronta. As duas batem boca e Crisitina chama a irmã de mimada e folgada. "Pô, que isso? Mimada, folgada... não para de me xingar! Então vou dizer o que penso de você: medíocre, não consegue nem segurar namorado!", rebate Clara.

Cristina diz que ela baixou o nível porque não deveria colocar Vicente (Rafael Cardoso) na briga e Clara fala que ela é golpista e barraqueira. "Chega! Tá querendo levar uns tabefes? Olha que eu tenho a mão pesada!", ameaça Cristina. "Então vem, vem, que eu te quebro ao meio, sua folgada, metida, falsa!", provoca a outra. A chefona diz que não vai discutir com ela e ameaça sair, mas Clara puxa o cabelo da irmã: "Tá fugindo da briga, é? Você não tira meu lugar aqui dentro não, ouviu bem?". "Me larga, sua doida! Tá me machucando!", grita Cristina. "É pra machucar mesmo. Você tá merecendo!", fala Clara. Nisso, a porta se abre e Josué entra já gritando, paralisando as duas.

Clara começa a dizer que Josué não deveria mais estar trabalhando na Império e questiona porque ele ainda não foi dispensado. Cristina disfarça e fala que ele tem mais de 20 anos na empresa e que eles não podem pagar tudo que devem ao funcionário. No meio da discussão, o celular de Josué começa a tocar. Nervoso com a briga e o barulho, ele tira o aparelho do bolso sem prestar atenção, aperta o botão de atender e aí se ouve a ligação, mais alta que o normal, porque o viva voz foi ativado sem querer: "Josué! Sou eu, Josué!". Josué trinca, mas destrinca no mesmo instante, enquanto Clara fica pasma. "Licença, vou atender lá fora", diz a Clara e a Cristina, que fica de olho na irmã - que também trincou, mas reage: "Era meu pai!!! Era a voz dele no celular!".

Cristina disfarça, diz que ela está louca, mas Clara tem certeza que era o pai dela na ligação. "Era meu pai, sim! Ao contrário de você, que só apareceu há pouco, eu ouço a voz do meu pai desde que nasci e posso reconhecê-la até na gravação mais fajuta... Era ele, sim!", fala, firme. Josué vai entrando enquanto ela arremata: "Tenho certeza que foi ele quem ligou pro Josué e ia deixando um recado!". Josué entra e pergunta o que está acontecendo. "Eu ouvi a voz dele deixando mensagem no seu celular, Josué... Me diz: era ou não era ele?", quer saber Clara. Josué inventa que era uma pessoa imitando o Comendador. Clara não acredita e diz que a história está bem esquisita porque a voz era igualzinha. "Mas não era a dele! A não ser que você tenha esquecido que ele tá morto!", fala Cristina. Maria Clara pensa por um momento, e depois se volta pra Josué, sem jeito. "Tudo bem, Josué... E desculpa... Claro que você pode retirar suas coisas aqui do gabinete do meu pai, em nome da família te dou autorização pra isso. (a Cristina) E quanto a você... Feliz Ano Novo", fala.

Malhação: Cadu Libonati raspou os cabelos para 'Malhação: 'Me senti um pouco Carolina Dieckmann', Confira!


Nas próximas cenas de "Malhação", o personagem de Cadu Libonati, Jeff, vai raspar os cabelos num gesto de solidariedade à professora Lucrécia, interpretada por Helena Fernandes, que tem câncer na trama.  O ator conta como foi gravar a sequência:

- Foi bem emocionante fazer essa cena. Me senti um pouco Carolina Dieckmann. A diferença é que a personagem dela tinha leucemia em "Laços de família", e o Jeff faz isso por altruísmo, por solidariedade, o que eu acho muito bacana. Não é fácil raspar a cabeça, mas estou me sentindo bem melhor agora. É mais fácil viver sem cabelo.

O ator diz que, na hora, pensou nos jovens que têm câncer, e que assistirão à cena.

- Fico imaginando um garoto ou uma garota no hospital, que assiste "Malhação", me vendo raspar a cabeça. Deve ser legal para essas pessoas quando alguém tem uma atitude como a do Jeff. Acho que elas se sentem mais acolhidas.

Quem vai dividir a cena com Cadu é Jeniffer Nascimento, intérprete de Sol. Os dois foram orientados pelo diretor-geral Luiz Henrique Rios.

- A Jeniffer nunca tinha cortado um cabelo na vida, mas na hora foi ótimo e deu tudo certo.  Para ficar ainda mais emocionante, ela cantou lindamente - elogia Cadu, que também comenta o trabalho com o diretor. - O Luiz te deixa confiante.

A sequência está prevista para ir ao ar no dia 9 de janeiro.